Persiste a tendência de condições neutras no Pacífico equatorial

Cachoeira Paulista, 22 de julho de 2013


 No trimestre agosto, setembro e outubro de 2013 (ASO/2013), os modelos de previsão climática indicam possibilidade de aquecimento das águas superficiais do Pacífico equatorial leste, mas a perspectiva ainda é de continuidade de condições neutras dos fenômenos climáticos (ou seja, ausência da atuação dos fenômenos El Niño ou La Niña).

A previsão climática por consenso entre CPTEC, INMET e Funceme, com participação do CEMADEN, considerou para o trimestre ASO/2013 a possibilidade de um regime deficiente de chuva para duas áreas do território nacional. A primeira localizada no noroeste da Região Norte (noroeste do Amazonas e oeste de Roraima), onde foi considerada uma distribuição de 25%, 35% e 40% de probabilidade de ocorrência de chuva nas categorias acima da normal, dentro da normal e abaixo da normal climatológica, respectivamente, e a segunda área abrange grande parte do centrossul do País (todos os estados da Região Sul, sul do Mato Grosso do Sul, e o sudoeste e sul do Estado de São Paulo), com distribuição de 20%, 35% e 45% de probabilidade de ocorrência de chuva nas categorias acima da normal, dentro da normal e abaixo da normal climatológica, respectivamente.

Além disso, a previsão climática também indicou para o próximo trimestre uma tendência de chuva entre normal e ligeiramente acima da normal climatológica para uma área que abrange o leste da Região Norte (Amapá, Pará e Tocantins), nordeste do Mato Grosso e oeste do Maranhão (distribuição prevista de 35%, 40% e 25% de probabilidade de ocorrência de chuva nas categorias acima da normal, dentro da normal e abaixo da normal climatológica, respectivamente). Uma indicação semelhante de um regime previsto entre normal e ligeiramente acima da normal foi dada para o trecho desde o Recôncavo Baiano até Alagoas, com distribuição de 35%, 35% e 30% de probabilidade de ocorrência de chuva nas categorias acima da normal, dentro da normal e abaixo da normal climatológica, respectivamente.

Com respeito às temperaturas, a previsão para ASO/2013 indica um comportamento normal para a Região Sul, e um padrão entre normal a acima da normal climatológica para as demais áreas do território nacional. Ressaltamos ainda a possibilidade de incursões de massas de ar de origem polar, que provocam queda acentuada de temperatura no centrossul do Brasil, especialmente na primeira metade do próximo trimestre, eventualmente podendo atingir parte da Região Centro-Oeste e sul da Região Norte, caracterizando os conhecidos episódios de “friagem”. Além disso, neste período ainda há possibilidade de formação eventual de geadas e nevoeiros ao amanhecer, principalmente nas Regiões Sul e Sudeste.

Durante o mês de junho, o destaque foi o excesso de precipitações ocorridas em parte das Regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, em especial no Paraná, devido à ação de áreas de baixa pressão combinada com a passagem dos sistemas frontais, principalmente ao longo da segunda quinzena. De acordo com dados do INMET, foram observados totais de cerca de 422 mm em Ivaí/PR e totais da ordem de 345 mm em Campo Mourão/PR e Irati/PR, onde as médias climatológicas são da ordem de 100 mm e 120 mm, respectivamente. No leste da Região Nordeste também foram observados acumulados expressivos ao longo de todo o período, como em João Pessoa/PB (aproximadamente 490 mm), Recife/PE (cerca de 480 mm) e Natal/RN (cerca de 400 mm). Em relação às ocorrências diárias, destacaram-se totais da ordem de 120 mm a 140 mm observados em várias estações meteorológicas do INMET localizadas no Paraná, no dia 21, a exemplo de Irati, Ivaí, Curitiba e Paranaguá.

Informações adicionais sobre as condições oceânicas e atmosféricas globais e a situação da chuva em todo o Brasil serão disponibilizadas no endereço http://infoclima1.cptec.inpe.br/. Os mapas de climatologia de precipitação estão disponibilizados no site http://clima1.cptec.inpe.br, elaborados com base nas normais climatológicas de 1961 a 1990 do INMET.

 

 

Atualizado em 23/07/2013 11:39

Proximo

INPE - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CPTEC - Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos
© Copyright CPTEC/INPE
Comentários e/ou sugestões: Fale Conosco