imprimir
28/03/2019 04:48
A Depressão Tropical Iba perdeu força

 Cachoeira Paulista, 28 de março de 2019.

O Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC/INPE), em colaboração com o Centro de Hidrografia da Marinha (CHM – Marinha do Brasil) e, com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), participa que a Depressão Tropical Iba não apresenta mais as características que permitem classificá-la como ciclone tropical e passou a ser considerada como um centro de baixa pressão a partir de 09:00h do dia 28. O fenômeno se localiza em alto-mar, a cerca de 885 Km (478 milhas náuticas) a leste da cidade de Arraial do Cabo (RJ), com centro na posição geográfica 23,0ºS 033,3ºW e apresenta intensidade máxima dos ventos de 46 km/h (25 nós). Seu deslocamento é previsto seguir para leste nos próximos dias, portanto afastando-se da costa, sendo seus efeitos restritos à área marítima. Considera-se assim encerrado o acompanhamento ao ciclone tropical.

O CPTEC/INPE, a Marinha do Brasil e o INMET agradecem a todos os veículos de imprensa pela ampla divulgação da Tempestade Tropical “Iba”, que contribuiu significativamente para a Segurança da Navegação e, em especial, para a salvaguarda da vida humana no mar.

A Marinha do Brasil mantém todos os avisos de mau tempo em vigor no endereço eletrônico https://www.marinha.mil.br/chm/dados-do-smm-avisos-de-mau-tempo/avisos-de-mau-tempo.        

Em continuidade às suas atividades regulares, todas as informações produzidas continuam sendo divulgadas nos sites: https://www.marinha.mil.br/chm/, http://www.inmet.gov.br/portal/ e https://www.cptec.inpe.br/ ou pelo Facebook, em “@servicometeorologicomb” e “@inpe.cptec”. As informações também podem ser acessadas por meio do aplicativo "Boletim ao Mar", que se encontra disponível para download na internet, tanto para o sistema Android, quanto para o IOS, desenvolvido em parceria entre a Marinha do Brasil e o Instituto Rumo ao Mar (RUMAR).

            Alerta-se aos navegantes que consultem essas informações antes de se fazerem ao mar e solicita-se ampla divulgação às comunidades de pesca e esporte e recreio.

1995 2015 CPTEC/INPE - Todos os direitos reservados